Bookmark and Share
Associe-se
Selecione um formulário:
Receba nosso boletim

Tamanho da letra Diminuir Letra Aumentar Letra
NOSSA LUTA CONTINUA (PARTE 08)

 

Paulo Teixeira Brandão - Conselheiro Deliberativo da Petros
Eleito pelos Participantes


Relação entre Resultado dos Investimentos, Meta Atuarial, Equilíbrio Atuarial e Análise do Resultado da Petros novembro 2011 a janeiro 2012.


Análise das Reservas Projetadas comparada com a Reservas Constituídas 2003 a 2011 e destaque para o período dezembro 2010 a dezembro 2011.


O primeiro gráfico de cada bloco mensal ou anual apresenta três linhas (curvas), sendo amarela a que indica a trajetória, ou o comportamento no período, da rentabilidade dos investimentos globais da Fundação, anual, ou até o mês, vermelha a trajetória da inflação que era medida pelo índice governamental INPC até 2003 e depois pelo IPCA e verde meta atuarial .

 

  • Os gráficos abaixo apresentam resultados em 2011 até o mês de novembro e dos exercícios findos 2002 a 2010.
  • No trabalho anterior fiz, entre outros, comentários sobre a não concordância com os superávits técnicos de 2008, 2009 e 2010, porque “produzidos” , principalmente, pela elevação apenas escritural do patrimônio líquido (Reserva Técnica) com auxílio da contabilização de valores correspondentes a promessa de pagamento pela patrocinadora Petrobras de parte de dívida, mas até hoje não efetuado.
  • Se desconsiderarmos os R$ 5,734 bilhões, referente a parte da dívida, apenas contabilizada, mas não paga, o resultado em 2011 será de Déficit Técnico.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

  • O resultado dos investimentos até o mês foi de 8,41% e a meta atuarial de 11,79 % não alcançada e o resultado foi déficit técnico.
  • Com relação a variação patrimonial correspondente aos meses de novembro e dezembro, abaixo apresento de forma resumida quadros demonstrativos, tanto do resultado geral como destacado do Plano Petros do Sistema Petrobras.

 

 



Equilíbrio técnico de 2002 à novembro de 2011





Rentabilidade anual de 2000 até dezembro de 2011




  • Antes de comentar o resultado até dezembro de 2011, cabe lembrar que em dezembro de 2010, a rentabilidade dos investimentos (vide no gráfico anterior) alcançou o patamar de 16,65% a.a. superando a meta atuarial correspondente a 6% a.a + 5,91% (IPCA) = 11,91%.
  • Os Conselheiros Eleitos não concordaram com o superávit em 2010, demonstrado, também, no gráfico anterior e não aprovaram as demonstrações apresentadas, cujo parecer foi amplamente divulgado, embora não publicado na Revista da PETROS como deveria.


Importante destacar

 

  • O superávit apresentado no gráfico anterior resulta da soma do resultado apurado até dezembro de 2011 com os obtidos nos exercícios anteriores que só foram possíveis em razão da “elevação contábil” do patrimônio do Plano Petros Petrobras BD de R$ 5,734 bilhões (correspondente a parte da dívida da Petrobras com a Petros), embora no caixa da PETROS esses recursos não tenham entrado, até hoje, nem em moeda e nem em bens reais, mas apenas os juros correspondentes.


Comentários sobre investimentos

 

  • O resultado dos investimentos de 11,76% até dezembro não superou a meta atuarial de 12,89%, mas o crescimento do Ativo Patrimonial superou a Reserva Matemática decorrente da reavaliação atuarial anual.
  • O resultado dos investimentos em dezembro de 2011, a semelhança do ocorrido em 2010, promoveu a reversão do déficit técnico apurado até novembro e provocou o superávit técnico constante das informações adiante apresentadas.

 

 

 

 

 


Rentabilidade em Dezembro/11

 

  • Conforme tabela acima, se destaca no mês de dezembro:
  1. Os seguimentos de estruturados com uma rentabilidade de 4,71%.
  2. Renda Variável com 6,47%.

 

  • Eles representam respectivamente 6,39% e 37,03% do patrimônio dos Planos Administrados pela Petros.

 

 


Renda Variável

 

  • Conforme podemos verificar através da tabela acima, a performance do segmento se deu basicamente pelo desempenho da carteira de ações em participações, a qual representa 80,11% do segmento de renda variável e 29,66% do total dos investimentos da Petros.
  • Segue abaixo o resultado das ações com maior representatividade na carteira:

 

 

 



Segmento de Estruturados

 

  • As carteiras de Private Equity e Governança dentro de Fundos de Investimentos em Participação foram as que apresentaram destaque em termos de rentabilidade e são as mais representativas. Segue abaixo os principais destaques:
  • Private Equity: O FIP Brasil Energia, que representa 25% desta carteira e apresentou rentabilidade de 36,85% no mês;
  • Governança: FIP Energia SP (Bonaire), que representa 48,38% desta carteira, apresentou uma rentabilidade de 8,53% no mês.


Resultado acumulado de 2002 até dezembro de 2011

 


NOTA

 

  • Os Conselheiros Eleitos Paulo Brandão e Ronaldo Tedesco, analisaram os resultados apresentados nas Demonstrações Financeiras do Exercício de 2011 e não aprovaram o resultado, entre outras razões, porque o superávit apresentado é fruto dos resultados acumulados de exercícios passados, igualmente não aprovados, porque obtidos pela elevação escritural do ativo decorrente de promessa de pagamento de parte de dívida que caracteriza ilegalidade, inclusive, porque o recebimento poderá não ocorrer.
  • Soma-se a ausência da cobrança do restante da dívida da Petrobras demonstrada por perícia judicial e esclarecimentos sobre o cálculo separado das reservas e da divulgação da lista nominal dos Pré-70.
  • Os motivos apontados no Parecer 2011 se somam àqueles contidas em votos anteriores não resolvidos e incorporam os contidos nos pareceres do Conselho Fiscal não aprovando as contas apresentadas.

 

 


Destaques

 

  • O Copom reduziu novamente a taxa de juros em 50 pontosbase, atingindo o nível de 10,50% a.a. Esta queda estava em linha com as expectativas de mercado. Na ATA do Copom afirmou-se que é grande a probabilidade da Selic baixar de 10%.
  • Bolsa tem forte alta no mês. Um dos motivos da reviravolta foi a melhora do cenário externo. "As notícias vindas da Europa e dos Estados Unidos melhoraram o humor dos mercados“.
  • O destaque do mês foi o segmento de renda variável, o qual representa aproximadamente 37% da carteira da Petros.
  • Os investimentos estruturados iniciaram há alguns meses o processo de melhora paulatina dos resultados, visto que alguns fundos estão no inicio do processo de desenvestimento.
  • Como alguns imóveis em desenvolvimento não auferem rendimentos com aluguéis ou reavaliações neste momento e sem reavaliações no mês, a carteira de imóveis teve um retorno abaixo do seu potencial;
  • A Carteira de Empréstimos teve um retorno compatível com as suas características.

 

 


JANEIRO DE 2012

  • Em Janeiro de 2012 ocorreu aumento das reservas matemáticas, mas também o mesmo aconteceu com as reservas constituídas, promovendo pequeno aumento dos superávits acumulados até o mês.
  • Esse aumento das reservas constituídas foi devido às ocorrências adiante relacionadas.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

  

 

  • É importante analisarmos a evolução das Reservas Projetadas que são aquelas que se pretende obter se a Meta Atuarial for alcançada, para os Planos Administrados pela Petros, comparando-a com a evolução das Reservas Efetivamente Constituídas.
  • No quadro seguinte, podemos observar a evolução das Reservas Projetadas e das Constituídas, a partir de 2003, considerando a valorização pela meta atuarial prevista.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

  • O gráfico seguinte mostra de outra forma a mesma a evolução das Reservas: Constituída comparada com a Projetada.
  • No final do período observado, no intervalo entre dezembro de 2010 a dezembro 2012, a linha que representa as Reservas Constituídas, ficou abaixo da linha que representa as Reservas Projetadas porque a Meta Atuarial neste período não foi alcançada.

 

  

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

  • O gráfico seguinte mostra a evolução da Reserva Constituída comparada com a Projetada apenas no período entre dezembro de 2010 a dezembro 2011 evidenciando que não foi alcançada a projetada porque os investimentos não alcançaram a Meta Atuarial estimada.
  • Entretanto, a reavaliação atuarial estabeleceu Reservas Matemáticas garantidoras dos benefícios futuros foi inferiores às Reservas Constituídas estabelecendo superávit.

 

Parceiros

AEPET AMBEP APAPE APASPETRO ASTAIPE

 

ASTAPE ASPENE FENASPE PETROS
 

AEPET-BR

Av. Treze de Maio, 23 - sala 537

Centro, Rio de Janeiro / RJ - CEP 20031-920

Telefones: (21) 8487-8501 / (21) 8487-8504